Go-to-market

Confira dicas, estratégias e ferramentas para conquistar vantagem competitiva no mercado e ampliar sua base de clientes para acelerar o crescimento do seu negócio.

Ver artigos da categoria >

Mercado

Fique de olho nas tendências de mercado,  no comportamento dos consumidores e nas novidades do setor. Tenha informações sólidas para ajustar suas estratégias conforme as mudanças no mercado.

Ver artigos da categoria >

Processos comerciais

Entenda as melhores práticas e ferramentas essenciais para gerenciar suas vendas. Veja como otimizar leads e tornar seus processos comerciais mais eficientes.

 

Ver artigos da categoria >

Marketing

Descubra estratégias eficazes e dicas práticas para promover seus produtos e serviços. Aumente o reconhecimento da sua marca e acompanhe a demanda no mercado.

Ver artigos da categoria >

Marketing digital

Fique de olho nas melhores técnicas digitais para atrair e engajar clientes: SEO, mídias sociais e e-mail marketing — tudo para ajudar seu negócio a se destacar online.

Ver artigos da categoria >

Jornada de compra

Compreenda o caminho do consumidor, desde a descoberta inicial até a decisão de compra com guias detalhados e insights valiosos para melhorar cada etapa dessa jornada.

Ver artigos da categoria >

Tecnologia

Acompanhe as ultimas tendencias em tecnologia de Marketing e Vendas

Ver artigos da categoria >

Vendas

Estude abordagens estratégicas e práticas comprovadas para aumentar suas vendas e fechar negócios com sucesso.

Ver artigos da categoria >

Pós venda

Ingresse em um universo de técnicas para fidelizar seus clientes (tanto as consolidadas como as disruptivas), oferecer um atendimento de excelência e garantir a satisfação após a venda.

Ver artigos da categoria >

Prospecção de clientes

Saiba como identificar e captar novos clientes potenciais usando técnicas inovadoras e eficazes. Amplie sua base de clientes de forma direcionada e inteligente!

 

Ver artigos da categoria >

Técnicas de vendas

Aprenda como melhorar suas habilidades de vendas com dicas práticas e abordagens que ajudam a converter leads em clientes satisfeitos.

 

Ver artigos da categoria >

Gestão

Acesse uma verdadeira biblioteca para uma liderança eficaz, otimização de processos e alcance de metas organizacionais. Veja como uma boa gestão pode fazer a diferença!

Ver artigos da categoria >

Gestão de vendas

Veja como gerenciar sua equipe de vendas com eficácia, definindo metas claras e implementando técnicas para maximizar os resultados.

 

Ver artigos da categoria >

Produtividade

Aumente sua eficiência e a da sua equipe de vendas com dicas e ferramentas projetadas para melhorar a produtividade. Faça mais em menos tempo.

Ver artigos da categoria >

Indicadores comerciais

Transforme dados em ações estratégicas que impulsionam seu negócio aprendendo tudo sobre as métricas chave para analisar e melhorar seu desempenho comercial.

Ver artigos da categoria >

Academy

Uma seleção dos cursos mais estratégicos, ministrados por nossos especialistas, apresentando técnicas e metodologias que usamos diariamente aqui na operação da Leads2b. Confira e impulsione seus resultados comerciais!

Conheça a Leads2b Academy>

Estudos de casos

Leia na íntegra histórias das empresas que, como a sua, buscavam alavancar suas operações comerciais e conquistar vantagem competitiva no mercado — e como conseguiram alcançar esse objetivo com o apoio da Leads2b!

Ver estudos >

Leads2b Academy

Aprenda mais sobre vendas

Clique para compartilhar:

Saiba o que é e como usar o SWOT (FOFA) + 6 dicas

Você sabe o que é SWOT? Trata-se de uma ferramenta fundamental para a análise estratégica de qualquer negócio, podendo fazer toda a diferença na hora de planejar e executar ações eficazes para sua empresa. Neste guia, vamos explorar o que é, como ela funciona e dar dicas práticas para transformar essa análise em uma verdadeira bússola para o sucesso da sua empresa! Vamos lá?

O que é SWOT?

Se você não sabe o que é SWOT, saiba que se trata de uma sigla em inglês que significa Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Essa análise ajuda a entender melhor o cenário em que sua empresa está inserida e a tomar decisões estratégicas.

 O que é SWOT
O que é SWOT

Quais são os quatro itens da matriz SWOT?

Entendido o que é SWOT, ainda falta saber quais são os quatro itens que ela abrange. Que são justamente  os termos que formam seu acrônimo: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Vejamos em detalhes o que representa cada uma delas abaixo:

  • Forças: pontos fortes do seu negócio, aquilo que você faz bem e que te diferencia dos concorrentes
  • Fraquezas: áreas onde sua empresa pode ou precisa melhorar
  • Oportunidades: fatores externos que sua empresa pode ou deve aproveitar para crescer
  • Ameaças: fatores externos que podem prejudicar seu negócio

Inclusive, é por causa destas fases que, aqui no Brasil, a técnica ficou conhecida como FOFA. Fazer essa análise envolve listar todos esses pontos e usá-los para traçar estratégias mais eficazes.

Qual o objetivo de uma análise SWOT?

Já entendemos o que é SWOT e seus quatro itens, mas qual é o objetivo desta matriz? Em poucas palavras, ela tem como principal objetivo ajudar você a entender melhor o cenário em que seu negócio está inserido e a planejar estratégias mais eficazes. Basicamente, é como fazer um diagnóstico completo da sua empresa.

Quais as vantagens de aplicar o SWOT?

Agora, mais do que saber o que é SWOT, é igualmente importante saber aplicar a análise. Afinal, contar com ela é como ter uma bússola para o seu negócio. Ela te orienta, mostra o caminho e ajuda a evitar obstáculos. Com essas vantagens, você tem tudo o que precisa para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades que surgirem.

A primeira grande vantagem é que a análise FOFA oferece uma visão clara e objetiva do seu negócio. Ela te ajuda a entender de forma simples quais são os pontos fortes, as fraquezas, as oportunidades e as ameaças que sua empresa enfrenta. Isso é fundamental para saber onde você está e o que precisa ser feito para melhorar.

Ao reconhecer suas fraquezas, você pode trabalhar continuamente para melhorar essas áreas. Isso cria uma cultura de melhoria contínua dentro da sua empresa, onde todos estão focados em se aperfeiçoar e superar os desafios.

Além disso, o SWOT ajuda a alinhar suas estratégias com os objetivos da empresa. Ela garante que todos na organização estejam na mesma página e trabalhando em direção aos mesmos objetivos. Isso é crucial para a coesão e eficácia da equipe.

Garanta seu sucesso no mercado com Leads2b

Como se aplica a análise SWOT?

A matriz SWOT serve para várias finalidades dentro de uma empresa, incluindo:

  • Planejamento estratégico: ajuda a definir metas e estratégias a partir de uma compreensão clara do ambiente de negócios.
  • Tomada de decisão: fornece uma base sólida para decisões informadas, minimizando riscos e aproveitando oportunidades.
  • Análise de mercado: avalia a posição da empresa no mercado em comparação com concorrentes.
  • Identificação de problemas e soluções: revela fraquezas e ameaças que precisam ser abordadas, além de pontos fortes e oportunidades a serem explorados.

Como fazer uma matriz de SWOT?

Agora, vamos falar sobre como realizar uma análise SWOT completa e estratégica para o seu negócio. Primeiro, vamos aprender a coletar dados, tanto internos quanto externos, para identificar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças que sua empresa enfrenta. 

Depois, vamos cruzar essas informações para desenvolver estratégias que maximizem suas vantagens e minimizem os riscos. Com essas dicas, você tem tudo para criar uma matriz SWOT eficaz e impulsionar o sucesso da sua empresa. Vamos começar?

Colete os dados 

Para coletar dados internamente, avalie seus próprios pontos fortes e fracos. Pense em aspectos como recursos humanos, processos internos, capacidades tecnológicas, e finanças. Já externamente, procure oportunidades e ameaças no mercado. Considere fatores como concorrência, tendências de mercado, mudanças regulatórias, e condições econômicas.

Identifique as forças

Primeiro, precisamos entender os pontos fortes da sua empresa. As forças são os aspectos internos que sua empresa faz bem e que lhe dão uma vantagem competitiva.

Para descobrir suas forças, faça as seguintes perguntas

  • Quais são os principais recursos e capacidades da sua empresa?
  • O que a sua empresa faz melhor do que os concorrentes?
  • Quais são os ativos únicos que sua empresa possui (como uma marca forte ou tecnologia avançada)?
  • Quais são as áreas em que a sua empresa tem maior experiência ou competência?

São exemplos de forças SWOT

Agora, vamos falar sobre alguns exemplos de forças que você pode identificar na sua análise SWOT:

  • Marca forte: se sua empresa tem uma marca bem reconhecida e respeitada no mercado, isso é uma grande força. Por exemplo, pense na Apple ou na Coca-Cola
  • Tecnologia avançada: digamos que você possui tecnologia de ponta que seus concorrentes ainda não têm, isso te coloca em vantagem. Por exemplo, uma empresa de software que usa inteligência artificial para melhorar a experiência do usuário
  • Equipe talentosa: ter uma equipe de profissionais altamente qualificados e motivados é uma força enorme. Imagine uma startup de tecnologia com desenvolvedores inovadores e criativos
  • Recursos financeiros: se sua empresa tem um bom capital de giro e acesso fácil a financiamentos, isso facilita a expansão e a resposta rápida às oportunidades de mercado
  • Redes de distribuição: ter uma rede de distribuição eficiente que permite que seus produtos cheguem rapidamente aos clientes é uma grande vantagem. Pense em como a Amazon consegue entregar produtos em questão de horas
  • Reputação de qualidade: imagine que seu produto ou serviço é conhecido pela alta qualidade. Isso atrai e retém clientes, o que é uma força! Por exemplo, uma padaria famosa por seus pães artesanais.

Essas são apenas algumas ideias para você começar a pensar nas forças da sua empresa. Identificar e aproveitar esses pontos fortes pode fazer toda a diferença na sua estratégia de negócio.

Encontre as fraquezas

Agora, vamos identificar as fraquezas. As fraquezas são os aspectos internos que podem prejudicar o desempenho da sua empresa.

Para descobrir suas fraquezas, faça as seguintes perguntas

  • Em quais áreas sua empresa precisa melhorar?
  • Quais recursos ou capacidades estão faltando?
  • Quais são os feedbacks negativos recorrentes de clientes?
  • Em que pontos seus concorrentes estão melhores que você?

São exemplos de fraquezas SWOT

Aqui estão alguns exemplos de fraquezas que você pode identificar na sua análise SWOT:

  • Falta de recursos financeiros: se sua empresa enfrenta dificuldades para obter financiamento ou possui um capital de giro limitado, isso pode ser uma fraqueza. Por exemplo, uma startup que depende de investidores anjo para cada rodada de financiamento
  • Equipe com pouca experiência: digamos que sua equipe carece de experiência ou conhecimento técnico específico. Isso pode limitar a capacidade da empresa de inovar e competir no mercado
  • Processos internos ineficientes: imagine que os processos da sua empresa são burocráticos ou lentos. Isso pode afetar a eficiência operacional e a capacidade de resposta ao mercado
  • Dependência de fornecedores chave: se sua empresa depende de um ou poucos fornecedores para matérias-primas ou componentes essenciais, isso pode representar um risco significativo. Por exemplo, uma fabricante de eletrônicos que depende de um único fornecedor de chips
  • Marca desconhecida: considere que sua marca não é reconhecida ou tem uma reputação negativa. Isso pode dificultar a aquisição de novos clientes e a retenção dos atuais
  • Limitações tecnológicas: se sua empresa não acompanha as últimas tecnologias ou não investe em inovação, isso pode resultar em produtos ou serviços desatualizados em relação aos concorrentes.

Identificar essas fraquezas é o primeiro passo para desenvolver estratégias eficazes para mitigá-las e melhorar o desempenho da sua empresa.

Descubra as oportunidades

O próximo passo é identificar as oportunidades. Sendo que as oportunidades são fatores externos que sua empresa pode aproveitar para crescer ou melhorar seu desempenho.

Para descobrir suas oportunidades, faça as seguintes perguntas

  • Quais são as tendências de mercado que você pode aproveitar?
  • Existem mudanças na legislação ou regulamentação que beneficiam sua empresa?
  • Quais novas tecnologias ou inovações podem ser aproveitadas?
  • nichos de mercado pouco explorados?

Descubra principais e potenciais nichos da sua empresa

São exemplos de oportunidades SWOT

Aqui estão alguns exemplos de oportunidades que você pode identificar na sua análise SWOT:

  • Crescimento do mercado: se o mercado em que sua empresa atua está crescendo, isso representa uma grande oportunidade. Por exemplo, o crescimento do mercado de tecnologia de saúde devido ao envelhecimento da população
  • Novas tecnologias: o surgimento de novas tecnologias pode abrir novas oportunidades de mercado. Por exemplo, a Internet das Coisas (IoT) criou novas oportunidades para empresas de software e hardware
  • Mudanças regulatórias favoráveis: se houver mudanças regulatórias que favoreçam sua indústria ou produtos, isso pode representar uma oportunidade significativa. Por exemplo, incentivos fiscais para empresas que adotam energias renováveis
  • Novos segmentos de mercado: identificar novos segmentos de mercado que sua empresa pode explorar. Por exemplo, uma empresa de alimentos que expande sua linha para incluir produtos orgânicos
  • Tendências de consumo: identificar e capitalizar tendências emergentes de consumo. Por exemplo, o aumento da conscientização ambiental está impulsionando a demanda por produtos sustentáveis
  • Expansão geográfica: se há oportunidades para expandir para novas regiões geográficas, isso pode ser uma oportunidade estratégica. Por exemplo, uma empresa de software que expande para mercados internacionais emergentes.

Identificar essas oportunidades pode ajudar sua empresa a desenvolver estratégias para aproveitar ao máximo as condições favoráveis do mercado e alavancar o crescimento.

Detecte as ameaças

Por último, vamos identificar as ameaças. Lembrando que as ameaças são fatores externos que podem prejudicar o desempenho da sua empresa.

Para descobrir suas ameaças, faça as seguintes perguntas

  • Quem são seus concorrentes e o que eles estão fazendo?
  • Quais mudanças econômicas podem afetar sua empresa negativamente?
  • Existem novas regulamentações ou mudanças políticas que podem ser prejudiciais?
  • Quais riscos tecnológicos ou operacionais sua empresa enfrenta?

São exemplos de ameaças SWOT

Aqui estão alguns exemplos de ameaças que você pode encontrar em uma análise SWOT:

  • Concorrência agressiva: imagine se aquela empresa concorrente resolve lançar um produto similar ao seu, mas com um preço bem mais baixo. Isso pode atrair seus clientes e reduzir suas vendas. Fique de olho
  • Mudanças econômicas: se a economia do país não vai bem, isso pode afetar o poder de compra dos seus clientes. Menos dinheiro no bolso significa menos vendas para você
  • Novas regulamentações: se surgem novas leis ou regulamentações no seu setor, pode ser que você precise gastar tempo e dinheiro para se adaptar. Isso pode ser um grande desafio
  • Avanço tecnológico: a tecnologia está sempre avançando, né? Se você não acompanha essas mudanças, seus produtos podem acabar ficando obsoletos rapidamente
  • Mudanças nos hábitos dos consumidores: os consumidores estão sempre mudando suas preferências. O que era tendência ontem pode não ser mais amanhã. Se você não se adaptar, pode perder mercado
  • Dependência de fornecedores: se você depende muito de um fornecedor específico e ele enfrenta problemas, sua produção pode parar. É sempre bom ter um plano B
  • Crises de imagem: uma crise de imagem, como um escândalo envolvendo sua empresa, pode prejudicar seriamente sua reputação e fazer com que os clientes percam a confiança em você
  • Ameaças cibernéticas: com o aumento dos ataques cibernéticos, a segurança dos dados da sua empresa está sempre em risco. Um ataque pode causar grandes prejuízos.

Lembre-se, o objetivo de identificar essas ameaças é se preparar e criar estratégias para mitigar esses riscos. Estar ciente delas já é meio caminho andado para manter sua empresa no caminho do sucesso!

Faça uma análise cruzada

Agora que você tem uma lista de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, é hora de cruzar essas informações para desenvolver estratégias eficazes. Para fazer uma análise cruzada:

  • Forças + oportunidades: como suas forças podem ajudar a aproveitar as oportunidades?
  • Fraquezas + oportunidades: como suas fraquezas podem ser melhoradas para aproveitar as oportunidades?
  • Forças + ameaças: como suas forças podem ajudar a reduzir as ameaças?
  • Fraquezas + ameaças: como suas fraquezas podem aumentar os riscos das ameaças e o que pode ser feito para minimizar isso?

Desenvolva as estratégias

Com a análise cruzada em mãos, é hora de desenvolver estratégias que aproveitem ao máximo seus pontos fortes e oportunidades, ao mesmo tempo que mitigam fraquezas e ameaças.

  • Amplie suas forças: crie estratégias que aproveitem seus pontos fortes para explorar oportunidades e enfrentar ameaças
  • Minimize suas fraquezas: desenvolva planos de ação para corrigir ou melhorar suas fraquezas, de modo que elas não comprometam suas oportunidades ou aumentem os riscos das ameaças
  • Aproveite oportunidades: planeje como sua empresa pode capitalizar as oportunidades do mercado
  • Elimine ameaças: estabeleça medidas para proteger sua empresa contra possíveis ameaças.

Avalie oportunidades e ameaças

Finalmente, é importante avaliar regularmente as oportunidades e ameaças, pois o mercado e o ambiente de negócios estão sempre mudando.

  • Monitore: fique de olho nas mudanças do mercado, novas tendências e movimentos da concorrência
  • Feedback regular: colete feedback constante de clientes, parceiros e equipe para identificar novas oportunidades e ameaças emergentes
  • Revisão periódica: revise e atualize sua análise SWOT periodicamente para garantir que suas estratégias estejam sempre alinhadas com o cenário atual.

Seguindo esses passos, você estará pronto para fazer uma matriz FOFA completa e criar estratégias eficazes para o sucesso do seu negócio.

Lidere seu mercado com Leads2b

3 exemplos de SWOT na prática

Aqui estão três exemplos de análise SWOT na prática:

Exemplo 1: empresa de tecnologia educativa

ForçasTecnologia avançada: plataforma de e-learning com recursos interativos e personalizadosMarca reconhecida: reconhecimento forte no mercado de educação digitalEquipe de desenvolvimento talentosa: equipe experiente em desenvolvimento de software educacional.FraquezasDependência de tecnologia: alta dependência de fornecedores externos para atualizações de softwareCustos operacionais elevados: custo alto de manutenção da plataforma e de suporte técnicoGargalos em marketing digital: pouca presença em mídias sociais e baixa taxa de conversão online.
OportunidadesExpansão global: mercados emergentes em países com crescimento rápido na adoção de tecnologias educacionaisParcerias estratégicas: colaborações com universidades para desenvolver cursos onlineDemandas crescentes por educação online: aumento da demanda por soluções de aprendizado online devido à pandemia e à educação à distância.AmeaçasConcorrência acirrada: presença significativa de concorrentes estabelecidos no mercado globalRegulamentações governamentais: regulamentações governamentais em constante mudança em relação à privacidade de dados e proteção de menoresRápida obsolescência tecnológica: tecnologias educacionais evoluem rapidamente, exigindo atualizações frequentes para manter a relevância.

Exemplo 2: restaurante de comida saudável

ForçasLocalização estratégica: restaurante localizado em área de alto tráfego e com grande fluxo de pedestresCardápio diferenciado: oferta de opções saudáveis e orgânicas que se destacam da concorrênciaEquipe de cozinha talentosa: chef renomado e equipe experiente em culinária saudável.FraquezasAltos custos de insumos: custo elevado de ingredientes orgânicos e sazonaisFlutuações de demanda: demanda sazonal e impacto significativo das condições climáticasFalta de estacionamento: restrições de estacionamento que limitam o acesso de clientes durante horários de pico.
OportunidadesTendências de saúde e bem-estar: aumento na conscientização sobre alimentação saudável e nutriçãoParcerias com academias e centros de bem-estar: colaborações para oferecer refeições pré e pós-treinoServiços de entrega e takeaway: expansão de serviços de entrega para atender à demanda por conveniência.AmeaçasConcorrência local: restaurantes de comida saudável e orgânica crescem na região.Mudanças no consumo: preferências do consumidor por conveniência e preçoImpacto econômico: instabilidade econômica afetando o poder de compra dos consumidores.

Exemplo 3: consultoria de marketing digital

ForçasExperiência em SEO e SEM: especialização em otimização de mecanismos de busca e marketing de buscaPortfólio de clientes diversificado: clientes de diversos setores, como varejo, tecnologia e saúdeEquipe multidisciplinar: equipe com profissionais experientes em mídias sociais, publicidade digital e análise de dados.FraquezasDependência de parceiros de tecnologia: dependência de ferramentas de terceiros para análise de dados e automaçãoCiclos de vendas longos: processo de vendas complexo e longo para fechar novos contratosConcorrência feroz: aumento da competição de novas empresas de consultoria de marketing digital.
OportunidadesExpansão global: oportunidades de crescimento em mercados internacionais emergentesTecnologias emergentes: adoção de novas tecnologias de marketing digital, como inteligência artificial e automaçãoAumento do orçamento de marketing digital: empresas aumentando investimentos em marketing digital devido à mudança para o online.AmeaçasMudanças nos algoritmos de pesquisa: alterações nos algoritmos de mecanismos de busca que afetam a classificação dos clientesPrivacidade de dados: preocupações crescentes com privacidade e regulamentações de proteção de dadosEfeitos econômicos: impacto econômico global que pode reduzir os orçamentos de marketing dos clientes.

Esses exemplos demonstram como a análise SWOT pode ser aplicada em diferentes tipos de negócios para identificar fatores internos e externos que afetam o desempenho e desenvolver estratégias eficazes.

6 dicas para uma análise de sucesso

Você já fez uma análise SWOT, mas não sabe como tirar o máximo proveito dela? Não se preocupe! Vamos explorar como transformar essa poderosa ferramenta estratégica em ações práticas e eficazes. Desde tirar os planos do papel até envolver toda a equipe e abraçar as mudanças, aqui estão dicas essenciais para garantir que sua análise não seja apenas um exercício teórico, mas um guia para o sucesso real. 

Tire os planos do papel

Não adianta fazer uma análise SWOT se não houver ação. Utilize os insights obtidos para desenvolver planos de ação claros e tangíveis, transforme cada elemento da sua matriz em metas específicas e mensuráveis. Por exemplo, se identificar uma oportunidade, defina como você irá explorá-la.

Traga toda equipe à bordo

A análise SWOT não deve ser um esforço isolado. Envolver toda a equipe traz diferentes perspectivas e ideias. Realize sessões de brainstorming ou workshops para discutir as descobertas da análise e obter insights valiosos de todos os departamentos.

Abrace as mudanças

A análise SWOT muitas vezes revela áreas que precisam ser ajustadas. Tenha flexibilidade para adaptar e modificar estratégias existentes para alavancar suas forças e oportunidades. Encare as fraquezas e ameaças como oportunidades de melhoria e inovação. Seja adaptável e se prepare para ajustar o curso conforme necessário.

Estabeleça um plano de ação claro

Com base nas descobertas da análise, crie um plano de ação detalhado com passos específicos, responsáveis e prazos definidos. Priorize as iniciativas de acordo com sua importância e impacto potencial, focando nas áreas que oferecem o maior retorno sobre o investimento.

Monitore e revise continuamente

Uma análise SWOT não é estática. É essencial monitorar continuamente o ambiente externo e avaliar regularmente suas forças e fraquezas internas. Faça revisões periódicas para garantir que suas estratégias estejam alinhadas com as mudanças no mercado e nas condições empresariais.

Comunique e engaje

Compartilhe os resultados da análise com todas as partes interessadas e garanta que todos compreendam as implicações e oportunidades identificadas. Mantenha uma comunicação aberta e transparente sobre as estratégias e os progressos realizados para manter a equipe motivada e comprometida.

Mantenha sua competitividade com o SWOT

Hoje, entendemos o que é SWOT e porque fazer uma análise detalhada deste tipo é só o primeiro passo para o sucesso estratégico. Para realmente colher os frutos dessa ferramenta, é essencial tirar os planos do papel, envolver toda a equipe, abraçar as mudanças e estabelecer planos de ação claros e mensuráveis. 

Lembre-se de monitorar e revisar continuamente suas estratégias, comunicando e engajando todos os envolvidos. Com essas práticas, sua análise SWOT será um verdadeiro farol para te ajudar a navegar pelos desafios e oportunidades do mercado, impulsionando o crescimento e a inovação da sua empresa.

Use nossas dicas para criar a sua e não esqueça de voltar aqui para nos contar quais foram os resultados. Já usou o SWOT? Nos conte como foi a sua experiência! Quer dar alguma sugestão de algo? Comenta aqui também!

Sumário
0 0 votes
Nota do Artigo
Assine
Nofique se

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Leia mais artigos do nosso blog:

Saiba chatbot o que é e como esse assistente virtual que usa IA para conversas em texto pode te ajudar a vender mais
Entenda o que é BDR: um profissional especialista em qualificar potenciais clientes e agilizar o ciclo de vendas. Saiba tudo sobre ele!
abm-account-based-market-leads2b
O-QUE-E-MARKETING-LEADS2B
plg-leads2b
blog_template-de-email-1024x512
pql-leads2b
o-que-5w2h-leads2b

Assine nossa newsletter

Receba nossos conteúdos em primeira mão