Go-to-market

Confira dicas, estratégias e ferramentas para conquistar vantagem competitiva no mercado e ampliar sua base de clientes para acelerar o crescimento do seu negócio.

Ver artigos da categoria >

Mercado

Fique de olho nas tendências de mercado,  no comportamento dos consumidores e nas novidades do setor. Tenha informações sólidas para ajustar suas estratégias conforme as mudanças no mercado.

Ver artigos da categoria >

Processos comerciais

Entenda as melhores práticas e ferramentas essenciais para gerenciar suas vendas. Veja como otimizar leads e tornar seus processos comerciais mais eficientes.

 

Ver artigos da categoria >

Marketing

Descubra estratégias eficazes e dicas práticas para promover seus produtos e serviços. Aumente o reconhecimento da sua marca e acompanhe a demanda no mercado.

Ver artigos da categoria >

Marketing digital

Fique de olho nas melhores técnicas digitais para atrair e engajar clientes: SEO, mídias sociais e e-mail marketing — tudo para ajudar seu negócio a se destacar online.

Ver artigos da categoria >

Jornada de compra

Compreenda o caminho do consumidor, desde a descoberta inicial até a decisão de compra com guias detalhados e insights valiosos para melhorar cada etapa dessa jornada.

Ver artigos da categoria >

Tecnologia

Acompanhe as ultimas tendencias em tecnologia de Marketing e Vendas

Ver artigos da categoria >

Vendas

Estude abordagens estratégicas e práticas comprovadas para aumentar suas vendas e fechar negócios com sucesso.

Ver artigos da categoria >

Pós venda

Ingresse em um universo de técnicas para fidelizar seus clientes (tanto as consolidadas como as disruptivas), oferecer um atendimento de excelência e garantir a satisfação após a venda.

Ver artigos da categoria >

Prospecção de clientes

Saiba como identificar e captar novos clientes potenciais usando técnicas inovadoras e eficazes. Amplie sua base de clientes de forma direcionada e inteligente!

 

Ver artigos da categoria >

Técnicas de vendas

Aprenda como melhorar suas habilidades de vendas com dicas práticas e abordagens que ajudam a converter leads em clientes satisfeitos.

 

Ver artigos da categoria >

Gestão

Acesse uma verdadeira biblioteca para uma liderança eficaz, otimização de processos e alcance de metas organizacionais. Veja como uma boa gestão pode fazer a diferença!

Ver artigos da categoria >

Gestão de vendas

Veja como gerenciar sua equipe de vendas com eficácia, definindo metas claras e implementando técnicas para maximizar os resultados.

 

Ver artigos da categoria >

Produtividade

Aumente sua eficiência e a da sua equipe de vendas com dicas e ferramentas projetadas para melhorar a produtividade. Faça mais em menos tempo.

Ver artigos da categoria >

Indicadores comerciais

Transforme dados em ações estratégicas que impulsionam seu negócio aprendendo tudo sobre as métricas chave para analisar e melhorar seu desempenho comercial.

Ver artigos da categoria >

Academy

Uma seleção dos cursos mais estratégicos, ministrados por nossos especialistas, apresentando técnicas e metodologias que usamos diariamente aqui na operação da Leads2b. Confira e impulsione seus resultados comerciais!

Conheça a Leads2b Academy>

Estudos de casos

Leia na íntegra histórias das empresas que, como a sua, buscavam alavancar suas operações comerciais e conquistar vantagem competitiva no mercado — e como conseguiram alcançar esse objetivo com o apoio da Leads2b!

Ver estudos >

Leads2b Academy

Aprenda mais sobre vendas

Clique para compartilhar:

O que é chatbot? Veja vantagens e como usar no seu negócio

Saiba chatbot o que é e como esse assistente virtual que usa IA para conversas em texto pode te ajudar a vender mais

O tema do artigo de hoje é uma ferramenta que está transformando a maneira como as empresas interagem com seus clientes. Se você está pensando “chatbot? O que é isso?”, este texto é para você. Vamos explicar o que é esta tecnologia que permite às empresas atenderem clientes de forma automática e eficiente. Exploraremos desde a sua origem nos anos 60 até as sofisticadas versões de hoje, mostrando como eles evoluíram significativamente, tornando-se indispensáveis em diversas aplicações, desde atendimento ao cliente até marketing e vendas.

O que é o chatbot e para que serve?

Vamos começar pela pergunta que não quer calar: chatbot, o que é? Basicamente, é como um assistente virtual, só que funciona por meio de mensagens de texto. Imagina um programa de computador que consegue conversar com as pessoas de forma automática, entendendo o que elas dizem e respondendo de forma natural, como se fosse um ser humano. É como ter alguém disponível 24/7 para atender seus clientes, tirar dúvidas, ajudar com compras e até resolver problemas.

Garanta um atendimento ao cliente mais prático e assertivo com Leads2b

Qual é a origem e evolução dos chatbots?

Respondida a pergunta chatbot: o que é, podemos avançar para a história dessa tecnologia. Ela começa há bastante tempo, lá nos anos 60! Os primeiros passos dessa tecnologia foram dados por um cientista chamado Joseph Weizenbaum. Ele criou um programa chamado ELIZA, que simulava uma psicoterapeuta. 

O ELIZA não era muito inteligente, mas conseguia fazer perguntas básicas e responder de forma simples, dando a impressão de que estava “conversando” de verdade. Foi um marco, mas ainda estava longe dos chatbots que conhecemos hoje.

Evolução dos chatbots

Depois do ELIZA, os chatbots foram evoluindo aos poucos. Nos anos 90, surgiu o ALICE (Artificial Linguistic Internet Computer Entity), que era um pouco mais avançado. Ele usava padrões de respostas mais complexos e conseguia manter uma conversa mais natural. O ALICE ganhou alguns prêmios e mostrou que os chatbots tinham um grande potencial.

Com o boom da internet e dos smartphones nos anos 2000, os chatbots começaram a ganhar mais espaço, pois as empresas viram que poderiam usar essa tecnologia para melhorar o atendimento ao cliente

Um exemplo famoso dessa época foi o SmarterChild, um chatbot disponível no AOL Instant Messenger e MSN Messenger. Ele era bem popular e mostrava que as pessoas adoravam interagir com programas de computador que pareciam humanos.

A grande virada veio com os avanços na inteligência artificial (IA) e no processamento de linguagem natural (PLN). Empresas como a IBM, com seu Watson, e a Google, com seu Google Assistant, começaram a desenvolver chatbots muito mais sofisticados. 

Esses novos bots podiam entender melhor o que as pessoas diziam, responder de forma mais precisa e até aprender com as conversas para melhorar suas respostas ao longo do tempo.

Hoje, os chatbots estão em todo lugar. Você os encontra nos sites de e-commerce, nas redes sociais, nos aplicativos de mensagem e até nos assistentes virtuais dos seus smartphones, como Siri e Alexa. Eles se tornaram ferramentas essenciais para atendimento ao cliente, suporte técnico, marketing e vendas. 

Qual a diferença entre chatbot e ChatGPT?

Além de chatbot: o que é, outra dúvida comum é se ele e o ChatGPT são a mesma coisa. E a resposta é: não necessariamente. Veja:

CaracterísticasChatbotChatGPT
FlexibilidadeResponde a perguntas específicas e segue regras pré-definidasPode conversar sobre inúmeros tópicos de forma natural e flexível
Capacidade de aprendizadoLimitado a scripts e padrões estabelecidos. Pode aprender um pouco, mas dentro de limites muito estreitosUsa aprendizado profundo e uma quantidade absurda de dados para melhorar suas respostas e se adaptar a contextos variados
Complexidade das respostasRespostas curtas e diretas, baseadas em comandos específicosRespostas mais detalhadas e elaboradas, podendo até mesmo explicar conceitos complexos ou contar histórias
Diferença entre chatbot e ChatGPT

Mas, então, em quais casos usar um e quando usar o outro?

  • Chatbot: para tarefas específicas e repetitivas, como atendimento ao cliente em um site de e-commerce, agendamento de consultas, e suporte técnico básico
  • ChatGPT: quando envolver interações mais complexas, onde é preciso um entendimento mais profundo e respostas mais ricas, como assistência educacional, criação de conteúdo e até mesmo quando você estiver precisando de ideias.

Assim, enquanto os chatbots são ótimos para interações simples e automáticas, o ChatGPT leva a conversa a um nível mais elevado com suas capacidades de entendimento e geração de texto. 

Como funciona a IA nos chatbots?

Vamos simplificar como a inteligência artificial (IA) funciona nos chatbots: imagine que um ele é um assistente virtual, sempre pronto para conversar e ajudar, mas com um “cérebro” digital que aprende e melhora com o tempo. É aí que a IA entra em cena. Entenda como:

  • Processamento de Linguagem Natural (PLN): a magia dos chatbots começa com o PLN, que permite que eles entendam e respondam em linguagem humana. Em vez de apenas seguir comandos rígidos, os chatbots com IA conseguem interpretar o que você diz, mesmo que você use palavras diferentes ou uma estrutura de frase não convencional
  • Aprendizado de máquina (Machine Learning): a IA usa aprendizado de máquina para melhorar continuamente. Cada interação com um usuário fornece dados que o chatbot analisa para entender melhor como responder de forma eficaz. Com o tempo, ele aprende com essas interações e se torna mais inteligente
  • Redes neurais: esses chatbots avançados usam redes neurais, que são inspiradas no funcionamento do cérebro humano. Elas ajudam o chatbot a processar informações complexas, entender contextos e nuances, e gerar respostas mais naturais.

Como tudo isso funciona em conjunto?

Partindo dos três pontos que vimos acima, vamos entender na prática como tudo isso funciona:

 

  • Entrada do usuário: quando você envia uma mensagem, o chatbot usa PLN para entender a intenção por trás das suas palavras. Por exemplo, se você digitar “Quais são os horários de atendimento?”, o chatbot identifica que você quer saber sobre o horário de funcionamento
  • Análise e compreensão: a IA analisa a mensagem usando seu banco de dados de conhecimento e aprendizado prévio. Ela identifica palavras-chave, contexto e até a emoção por trás da mensagem. Isso é feito rapidamente, em frações de segundo
  • Geração de resposta: com base na análise, o chatbot gera uma resposta apropriada. Se ele encontrar uma resposta exata em seu banco de dados, ele a fornecerá. Se a pergunta for mais complexa, ele pode usar aprendizado de máquina para elaborar uma resposta mais detalhada e personalizada
  • Feedback e aprendizado contínuo: após responder, o chatbot monitora a interação para ver se a resposta foi satisfatória. Se o usuário fizer uma nova pergunta ou corrigir a resposta, o chatbot registra isso e ajusta seu entendimento para futuras interações.

Agora, vejamos um exemplo: imagine que você está conversando com um chatbot sobre produtos de uma loja online:

  • Você: “Quais camisetas vocês têm em promoção?”
  • Chatbot: “Temos várias camisetas em promoção! Você prefere ver as opções para homens, mulheres ou infantis?”

O chatbot entendeu que você tem interesse em promoções e fez uma pergunta adicional para refinar sua resposta. Se você responder “homens”, ele irá buscar no banco de dados e listar as camisetas masculinas em promoção.

Quais são os tipos de chatbots?

Vamos descomplicar os diferentes tipos de chatbots para você entender como cada um funciona. Existem basicamente três tipos: conversacional linear, conversacional não linear e conversacional híbrido. Vamos dar uma olhada em cada um!

1. Chatbot conversacional linear

O chatbot conversacional linear segue um caminho pré-definido de perguntas e respostas. É como se ele estivesse seguindo um roteiro, passo a passo, sem desvios.

Como funciona?Exemplo prático
Ele faz uma pergunta e espera a resposta específica do usuário antes de prosseguir para a próxima pergunta.Se você sair desse roteiro, o chatbot pode ficar confuso ou redirecionar você de volta ao caminho principal.Chatbot: “Olá! Você gostaria de saber sobre nossos produtos ou serviços?”Você: “Produtos.”Chatbot: “Ótimo! Temos roupas e eletrônicos. Qual categoria você quer explorar?”
Chatbot conversacional linear

Neste tipo, o chatbot segue um fluxo de conversa bem estruturado, guiando o usuário passo a passo. Ele é ideal para tarefas simples e repetitivas, onde um fluxo estruturado é necessário.

2. Chatbot conversacional não linear

O chatbot conversacional não linear é mais flexível. Ele não segue um roteiro rígido e pode responder a perguntas fora da sequência esperada, adaptando-se à direção que o usuário quer tomar na conversa.

Como funciona?Exemplo prático
Ele analisa as intenções do usuário e oferece respostas relevantes, independentemente da ordem das perguntas.Pode lidar com múltiplas intenções ao mesmo tempo, oferecendo uma experiência mais natural.Você: “Quais são os horários de atendimento e vocês têm roupas em promoção?”Chatbot: “Estamos abertos das 9h às 18h. E sim, temos várias roupas em promoção! Você quer ver alguma categoria específica?”
Chatbot conversacional não-linear

Aqui, o chatbot entende e responde a múltiplas perguntas de uma só vez, sem precisar seguir uma ordem específica. Este tipo é ótimo para interações mais complexas e naturais, onde os usuários podem fazer várias perguntas diferentes.

3. Chatbot conversacional híbrido

O chatbot conversacional híbrido combina o melhor dos dois mundos: a estrutura do linear com a flexibilidade do não linear. Ele pode seguir um roteiro quando necessário, mas também é capaz de lidar com perguntas fora do script.

Como funciona?Exemplo prático
Pode começar com um fluxo linear para obter informações básicas e depois adaptar-se conforme a necessidade do usuário.Oferece uma experiência inicial guiada, mas pode responder de forma flexível quando surgem perguntas inesperadas.Chatbot: “Olá! Posso te ajudar a agendar uma consulta ou você precisa de outra informação?”Você: “Quero agendar uma consulta e também saber sobre as promoções atuais.”Chatbot: “Perfeito! Vamos agendar sua consulta primeiro. Qual dia você prefere? Quanto às promoções, temos 20% de desconto em exames. Quer saber mais sobre isso?”
Chatbot conversacional híbrido

O chatbot começa com uma abordagem guiada, mas adapta-se às necessidades do usuário conforme a conversa avança. O híbrido é perfeito para oferecer uma experiência equilibrada, começando com uma estrutura guiada, mas com a flexibilidade de lidar com diversas intenções.

Lembre-se: escolher o tipo certo de chatbot depende das necessidades do seu negócio e do tipo de interação que você quer oferecer aos seus clientes.

O que é um chatbot no WhatsApp?

Um chatbot no WhatsApp é um programa de computador que simula conversas humanas dentro do aplicativo de mensagens mais popular do mundo. Ele usa IA para entender e responder automaticamente às mensagens dos usuários, reduzindo a carga de trabalho dos atendentes humanos, permitindo que eles se concentrem em questões mais complexas. 

Além de atender a múltiplos clientes simultaneamente, sem perda de qualidade e proporcionar melhora na experiência do cliente por meio de um serviço rápido e eficaz, aumentando a satisfação do comprador.

Confira frases de abordagem ao cliente para WhatsApp

Onde o chatbot é aplicado?

Agora, além de saber chatbot o que é, você também entende como ele funciona. Mas, sabe onde ele pode ser usado? Em poucas palavras, ele pode ter várias aplicações. Dá só uma olhada:

  1. Atendimento ao cliente: um dos usos mais comuns. O chatbot pode responder perguntas frequentes, ajudar com problemas básicos e encaminhar questões mais complexas para um atendente humano
  2. Vendas e suporte: pode guiar os clientes durante o processo de compra, sugerir produtos com base nas preferências deles e até fechar vendas. Além disso, pode oferecer suporte técnico, ajudando com problemas simples
  3. Marketing: os chatbots podem enviar promoções, ofertas e novidades de forma personalizada para os clientes, mantendo-os engajados e informados sobre suas últimas novidades
  4. Agendamento de compromissos: muitos chatbots conseguem agendar consultas, reuniões ou reservas, integrando-se aos calendários e sistemas de agendamento
  5. Coleta de feedback: eles podem perguntar aos clientes sobre suas experiências e coletar feedback de maneira automática, ajudando a melhorar os serviços e produtos
  6. Automação de tarefas: os chatbots podem automatizar tarefas repetitivas, como enviar lembretes, atualizar informações de clientes ou processar pedidos, liberando tempo para que a equipe se concentre em tarefas mais complexas.

Por exemplo, digamos que você tenha uma loja online. Quando um cliente entra no seu site, o chatbot pode aparecer para oferecer ajuda. O cliente pergunta sobre um produto específico, e ele responde com informações detalhadas, fotos e até um link para compra. 

Se o cliente tiver uma dúvida sobre o status do pedido, ele pode verificar e fornecer uma atualização instantânea. E se precisar falar com um humano, ele encaminha a conversa para o atendente disponível.

Como usar chatbots na estratégia de marketing digital?

Usar chatbots na sua estratégia de marketing digital é como ter um superpoder que trabalha para você 24/7. Vamos ver como você pode aproveitar ao máximo essa tecnologia para impulsionar seu marketing!

Atendimento ao Cliente 24/7

Os chatbots podem responder perguntas frequentes e resolver problemas comuns a qualquer hora do dia, sem precisar de um humano. Isso não só melhora a experiência do cliente como também libera sua equipe para focar em tarefas mais complexas. Dessa forma, se alguém perguntar — por exemplo — sobre os horários de funcionamento ou o status de um pedido, o chatbot pode fornecer a resposta instantaneamente.

Qualificação de leads

Os chatbots podem interagir com visitantes do seu site ou redes sociais e coletar informações valiosas para qualificar leads. Eles podem fazer perguntas simples e direcionar os contatos qualificados para a equipe de vendas. Por exemplo: “Oi! Qual é o seu nome e e-mail? Que tipo de produto você está procurando hoje?”

Personalização em massa

Os chatbots conseguem personalizar a comunicação em larga escala. Eles podem usar dados dos clientes para oferecer recomendações de produtos, enviar mensagens personalizadas e muito mais. Por exemplo: “Olá, Maria! Vimos que você se interessou por nossos sapatos na semana passada. Temos uma promoção especial só para você!”

Automação de campanhas de marketing

Você pode usar chatbots para automatizar suas campanhas de marketing, enviando mensagens em momentos estratégicos para aumentar o engajamento e as conversões. Por exemplo: “Oi, João! Temos um webinar sobre marketing digital começando em uma hora. Não perca!”

Engajamento em redes sociais

Os chatbots podem ser integrados a plataformas de redes sociais para responder a perguntas dos seguidores, enviar atualizações e até participar de conversas em tempo real. Um exemplo: chatbot no Facebook Messenger que responde perguntas sobre produtos ou serviços e encaminha os interessados para a loja online.

Suporte pós-venda

Depois da venda, os chatbots podem continuar a oferecer suporte, ajudando com informações sobre entrega, devoluções e feedback. Por exemplo: “Seu pedido foi enviado e deve chegar até sexta-feira. Precisa de ajuda com mais alguma coisa?”

Coleta de feedback

Falando em pós-venda, os chatbots podem solicitar feedback dos clientes após a compra, te ajudando a entender melhor suas necessidades e melhorar seus serviços. Você pode configurá-lo, por exemplo, para perguntar:  “Como foi sua experiência conosco? Avalie de 1 a 5 estrelas e deixe um comentário.”

Transforme conversas em conversões com os recursos avançados da plataforma Leads2b

Quais são os benefícios de usar os chatbots?

Com os chatbots sendo cada vez mais utilizados por negócios no mundo inteiro, fica evidente que eles oferecem vários benefícios. Mas, quais são eles? 

  • Disponibilidade 24/7: estão sempre prontos para ajudar, mesmo fora do horário comercial
  • Resposta rápida: podem responder instantaneamente, melhorando a experiência do cliente
  • Redução de custos: automatizam tarefas que, de outra forma, exigiriam uma equipe maior
  • Personalização: podem fornecer respostas personalizadas com base no histórico do cliente e nas preferências.

Ainda não usa os chatbots? Está na hora de começar!

Com a IA e o PLN ficando cada vez mais avançados, os chatbots vão se tornar ainda mais inteligentes e capazes de realizar tarefas complexas. Em breve eles não só entenderão suas perguntas, mas também anteciparão suas necessidades e oferecerão soluções antes mesmo de você pedir.

Além disso, com a tecnologia avançando a passos largos, só podemos esperar que eles se tornem ainda mais presentes e úteis nas nossas vidas diárias. Se você ainda não está usando um chatbot para o seu negócio, talvez seja hora de considerar essa tecnologia incrível! 

Afinal, os chatbots são uma tecnologia poderosa que oferecem inúmeros benefícios para as empresas. Eles proporcionam atendimento 24/7, respostas rápidas, redução de custos operacionais e personalização de interações com os clientes. 

Sem falar que, ao integrar chatbots na sua estratégia de marketing digital, é possível melhorar significativamente a experiência do cliente e otimizar diversos processos internos. Seja para tarefas simples ou interações complexas, os chatbots, juntamente com tecnologias avançadas como o ChatGPT, estão revolucionando a forma como nos comunicamos e conduzimos negócios. Por isso, comece a usá-los em sua operação comercial e não deixe de voltar aqui para nos contar nos comentários como está sendo sua experiência.

Sucesso!

Sumário
0 0 votes
Nota do Artigo
Assine
Nofique se

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Leia mais artigos do nosso blog:

Entenda o que é BDR: um profissional especialista em qualificar potenciais clientes e agilizar o ciclo de vendas. Saiba tudo sobre ele!
abm-account-based-market-leads2b
O-QUE-E-MARKETING-LEADS2B
plg-leads2b
blog_template-de-email-1024x512
pql-leads2b
o-que-5w2h-leads2b
o-que-e-meta-leads2b

Assine nossa newsletter

Receba nossos conteúdos em primeira mão