bi

O que é BI – Business Intelligence?

Afinal, o que é esse tal de BI?

BI é a abreviação do termo Business Intelligence, que significa Inteligência de Negócios. Geralmente, ele é usado para descrever tecnologias da computação que descobrem, analisam e apresentam dados valiosos para a operação de uma empresa.

Porém, é mais útil entender o BI não apenas como uma categoria de software, mas como um paradigma de trabalho.

Já em 1989, Howard Dresner definiu o BI como:

Conceitos e métodos para melhorar tomadas de decisão de negócio,
usando sistemas de apoio baseados em fatos(fonte).

Ou seja, a Inteligência de Negócios pode ser aplicada em uma empresa como a cultura de tomar decisões baseadas em dados de qualidade . Ao invés de usar apenas na intuição e astúcia dos seus executivos mais sêniores, como é tão comum.

Muito bom, mas o que eu ganho com isso?

Todo mundo sabe que o que sustenta e faz crescer um bom negócio não é uma ideia genial nem grandes líderes, mas uma boa execução em cada passo da cadeia de produção. O principal benefício da cultura de BI é dar ferramentas poderosas para uma empresa conseguir fazer melhorias consistentes no negócio com agilidade e precisão.

Ter dados precisos sobre a sua operação faz com que você possa ver rapidamente se o impacto de novas estratégias foi positivo ou negativo, e fazer ajustes de acordo.

O BI também pode ter o efeito de democratizar e empoderar toda a operação de um negócio. Quando só os gestores e donos da empresa tem dados sobre ela, o ônus e a capacidade de ver padrões negativos e notar problemas fica apenas com eles.

Ter dados assertivos em cada degrau da operação permite uma visão mais clara do negócio tanto para os gestores quanto para quem está no “chão de fábrica”. Isso permite ver problemas e oportunidades surgindo com antecedência e a agir neles com muita agilidade.

Uau! Mas como implementar BI na minha empresa?

Até bem pouco tempo atrás, uma boa estrutura de Inteligência de Negócios só era viável em grandes empresas com profissionais de TI e analistas dedicados. Hoje em dia, porém, já temos tecnologias bem acessíveis para pequenos e médios negócios.

Ao invés de entrar na já batida lista de sugestão de softwares (isso você encontra fácil por aí), vou sugerir duas ações bem básicas. Considerando o BI como método de coletar, analisar e compartilhar dados valiosos para melhorar a tomada de decisão de toda a sua empresa, há dois primeiros passos a se seguir:

1. Estimule discussões baseadas em dados
Você está em uma reunião e alguém diz “esse é um mercado em crescimento”, mas quanto de crescimento? Baseado em que métricas?
Ou então “as vendas do produto X estão ruins”, mas ruins como? Comparando com qual período? Quais fatores sabemos que influenciaram isso?

2. Liste seus indicadores mais importantes
O efeito colateral, e esperado, de se ter discussões baseadas em dados é que começam a surgir padrões de informações importantes que seu time deveria ter e não tem, e isso pode te indicar por qual área começar a implementar ferramentas de coleta de dados.

.

Bernardo Vailati

Sou Brasileiro porém fui criado por um americano e uma brasileira e já morei em mais de 8 cidades. Autodidata convicto, trabalho com design estratégico para a internet fazem mais de 7 anos. Nas horas vagas gosto de escrever e ler sobre economia comportamental, filosofia existencialista e fotografia contemporânea.

Artigos Recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *